Conralles segue em busca do famoso matemático Pitágoras, agora bem informado sobre sua localização, não pensa nas conseqüências, sabe do seu objetivo.
Já é noite quando Conralles bate à porta de Pitágoras e ele o atende cordialmente.
( Pitágoras )- Boa noite, o que deseja?
(Conralles) - Boa, procuro o grande mestre Pitágoras.Pitágoras envaidecido convida Conralles a entrar e acomodar-se em seu confortável sofá. Pitágoras senta em frente à Conralles e pergunta mais uma vez:- O que você deseja?(Conralles) - O senhor acredita em um mundo a frente de todos os outros planetas?
(Pitágoras) - Claro que sim.

(Conralles) - Lhe ofereço a oportunidade de fazer parte dessa criação.
(Pitágoras) – Como assim?
(Conralles) – Eu sou um vampiro e acredito que um mundo utópico só será possível com a imortalização de grandes matemáticos como o senhor.
(Pitágoras) – Acho muito interessante sua história, mas não conheço demonstração de veracidade alguma.
Conralles logo abre sua própria boca e mostra dois caninos enormes, em seguida pergunta:
- E agora, acredita?

(Pitágoras) – Acredito sim.
(Conralles) – A decisão é sua, porém deixo bem claro que se você não aceitar deve calar-se, ou serei obrigado a matá-lo. Caso aceite, você deve seguir em busca do nosso objetivo, transformar outros matemáticos e formarmos nossa legião. Aceita ou não aceita a proposta?
Sim
Não